quinta-feira, 17 de outubro de 2019

Palavras Dispersas: A vida é apenas um segundo após o outro

De pouco importa os muitos planos que tenha, de nada importa o mérito, ou, a ausência deste… a vida, essa, é mesmo, apenas, um segundo após o outro…
Quantas vezes esperamos desesperadamente pelo fim de semana?
Quantas vezes desesperamos pelas férias?
Quantas vezes criticamos o outro?
Quantas vezes não conseguimos ver que a vida e o “momento” estão ali, mesmo ao lado… (não digo felicidade ou o Rogério vai “cair-me em cima” – risos).
Hoje, perdoem-me as incorreções, vou deixar o Português puro, bem escrito, lírico, provocador ou intelectual para pessoas de quem gosto muito, apesar de não as conhecer ao vivo e a cores… como a Céu, a Teresa e a minha querida Ana Tapadas.
Portanto, Rogério (risos) hoje, com ou sem provocações, vou usar a palavra Felicidade, sim, felicidade…
Vejo pessoas a sentirem-se miseráveis, quando tudo, pode ser uma questão de postura e coragem. Veja-se o exemplo dado pela Senhora Elvira num dos seus contos. Um personagem perante o conhecimento da morte, escolhe viver...
A vida, se para ela olharmos com olhos de ver, tem umas cores fenomenais, tem brilho, tem cheiros, tem uma multiplicidade de variáveis prontas para nos dar aqueles momentos para os quais foi desenhada... e, nunca, mas nunca, tenham medo de serem... isso, felizes. É um sentimento egoísta, utópico, incorreto... seja...
É verdade,
Mas, se achamos que estamos a ser felizes... o que importa para aquele precioso momento, parado no espaço e no tempo... é que efetivamente fomos...
Gosto de repetições, nas palavras, sabendo que delas uso e abuso, com carinho, paixão e muito amor, é claro.  Gosto, também, de regressar aos lugares já visitados, bem sabendo que só tenho uma vida e que há todo um Mundo à minha espera. Repetições no amor? Claro, sabendo que já não tenho vinte anos e com este meu coração, já conquistado.
Gosto de conversas francas, divertidas, com sentimentos, servidas com um copo de vinho e uns aperitivos, na época que se avizinha, à lareira. Podem até escolher a região... Eu diria Alentejo, mas depois, a Noname teria muito certamente "coisinhas" para dizer, muitas (sorrisos)
Pouco importa os muitos planos que tenha, pouco importa o que fiz da vida, ou, o que deixei de fazer… a vida, essa…
Quantas vezes nos aborrecemos no e com o trabalho?
Quantas vezes nos aborrecemos com o que esperamos da vida?
Quantas vezes acabamos por ser preconceituosos, mesmo quando não nos temos nessa conta…
Quantas?
Quantas vezes não conseguimos ver que a vida é o momento, aquele momento… só nosso ou partilhado, simples ou complexo…
Hoje, perdoem-me o atrevimento, vou deixar, aqui e agora, um desafio… seja por texto, conto, poema…
Celebrem a vida, por imagens, palavras… escolham o título, o que quiserem, mas celebrem…

O vosso blogue é uma "voz", usem-na...

41 comentários:

  1. Com que então, eu tenho sempre "coisinhas" a dizer hein! :-)
    Tás debaixo d'olho, vais pagá-las

    Vamos lá ver o que se arranja, para ti.
    Faltam as regras, onde postamos, como fazemos.
    Bora lá, dita aí.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Postar no vosso blogue, não têm que indicar o meu. É a vida que deve ser celebrada e não este copo cheio. Vou estar atento para comentar e ler. Já tenho pc em casa (risos)

      Eliminar
  2. Acho que o meu poema de hoje responde em parte ao desafio... Tenho mesmo que rir, brincar, porque, se pensar no momento complicado que estou a atravessar, vou desatar a chorar e não resolvo nada...
    Mas vou pensar num poema para celebrar a vida.
    Obrigada pela visita
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por vezes chorar é bom, desde que a seguir haja reação... normalmente, há sempre um caminho para a saída do buraco...

      Eliminar
  3. Tudo é movimento, é gesto, é VIDA.
    Um texto profundamente ao meu gosto.
    A resposta ao teu desafio, Sam, já está no prelo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já espreitei e já vou comentar... e acho que, a nível de blogosfera... juntamento com um texto da Fernanda (Fê Blue Bird) nunca tive direito a palavras tão encantadoras...

      O Meu muito obrigado, beijinhos

      Eliminar
  4. Gosto de celebrar a vida e esta celebração daqui é simpática. :)

    ResponderEliminar
  5. Gosto quando se dispersa, e se perde, ou parece que se perde, ou talvez não. Gosto que cite nomes, de pessoas, de amigos que nem conhece, mas de quem gosta. Afinal, isto é vida e é coração, mesmo que conquistado-rs rs rs, pois continua a pulsar e não é cego.

    Esta existência, e apesar dos pesares, das "chatices" é bué da fixe (ai, que linguagem-rs rs rs)! Sorry!

    Alentejo, no meu Alentejo, o Baixo, parece-me bem. Sintamos a casa espaçosa e branca, abramos a porta da rua, olhemos o pavimento molhado, observemos o céu que tanto nos pede e deixemo-nos levar até acordar. Na manhã seguinte, o dia renova-se ao som e sabor do amor.

    Não posso responder ao seu desafio no meu blogue por ter publicação "recente", mas talvez o faça num blogue de um amigo, se conseguir chamar a senhora inspiração. Acha bem?
    Esta noite? Ai, não, não-rs rs rs!

    VIDA

    Assomas, delirante, por entre a aliciante bruma
    desnudando-me a alma no sonho que se desprende
    com laivos dos teus lábios, tão etéreos
    penetrando a noite em abrasadores olhares
    sob o verde-água da ternura e da promiscuidade
    consumindo-me o oxigénio na vontade sôfrega
    em incandescentes línguas de fogo.

    Enlouqueces-me na doce volúpia, que extravasas
    sob a silhueta, que desembrulho, já sem noção
    despojando-se, ávidos, os nossos corpos
    das vestes escusadas, inúteis e tão pesadas
    abandonando-se aos prazeres da líbido, afogueada
    que, inflamada, tão bem celebra a vida.

    CÉU

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E eu, gosto que use a minha cadência, as minhas repetições e crie comentários que me fazem sorrir e deliciar pela escrita, no fundo, aquilo que nos une neste universo de blogues e as suas palavras são um explosivo cocktail de emoções e provocações, entroncadas por jogos de palavras tão inteligentes quanto sedutores, quase parecendo fácil escrever assim…
      Um beijo e um ótimo fim de semana

      Eliminar
  6. Comecei o dia a receber uma mensagem que me encheu de alegria.
    De um amigo que está a vencer a luta pela vida.
    Aquele abraço, bfds

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Penso que na idade adulta, todos temos acessos a "casos"... Pessoalmente, sempre tive exemplos de coragem, no sentido de "escolher viver". Fácil? não será certamente. A balança só tem dois espaços livres, enterramos a cabeça na areia ou fazemos as despedidas que queremos fazer e absorver cada segundo que nos resta como se fosse o último, até porque pode bem ser, independentemente da saúde, porque não é necessário se estar doente para partir...
      Um grande abraço para o Pedro e seu amigo. Diga-lhe que é um herói e muito possivelmente, um exemplo para todos aqueles que necessitam de esperança

      Eliminar
  7. Com a saúde de rastos, no dia do aniversário da morte de um familiar querido, e com marido e cunhado a recuperarem de um AVC, não é a melhor época para falar de felicidade, mas vamos ver o que vai dar.
    Abraço e bom fim de semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Penso que nunca é uma bola época para falar de felicidade, esta só é válida até ao segundo imediatamente anterior... talvez por isso, o Rogério prefere a substituir por outras designações.

      É difícil ter palavras para momentos como os seus... Os entes queridos mantenho em memória, as boas, sinto saudades? Claro, mas a vida fez me aprender que tinha de recordar o que era bom com eles, um recordar que aquece o coração. Ter de cuidar de familiares é tão violento para estes como para quem cuida ou cuidou. Normalmente, em tempos difíceis, não há ninguém para recorrer... mas se houver, não fique sozinha nessa luta.

      Um grande beijinho

      Eliminar
  8. Respostas
    1. Um desafio superado :) Obrigado Non, por seres quem és, beijinhos

      Eliminar
  9. Sam,
    Adorei ler aqui nessa sexta feira.
    A Vida é uma celebração e assim deve ser bem vivida.
    E devemos citar os que admiramos e que nos fazem
    bem, citar sim e sempre.
    Nada de aguardar momentos específicos.
    O Tempo é Hoje e a Hora é Agora.
    Bjins
    CatiahoAlc.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo... nada deve ser deixado por dizer, seja o gosto de ti, seja o amo-te, seja o tão-só este jantar foi um bom momento...

      "o tempo é hoje e a horta é agora" Subscrevo...

      Beijinhos e bom início de semana

      Eliminar
  10. A vida tem mesmo de ser celebrada, seja numa esplanada ao fim do dia, seja numa caminhada à beira mar, ou mesmo em casa sentada do sofá... Enquanto por cá andar celebrarei sempre a vida, seja com champagne ou vinho de Pias, depende do estado de espírito.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É a minha forma de pensar, tudo é curto e tudo passa demasiado rápido.

      Gosto muito de uma esplanada e um pôr do sol, apesar de não ter feito muito este ano. Caminhadas fiz algumas. Levar uma garrafa de champagne ou vinho, escolher um local alto, alguém especial ou um ou dois amigos... parece um bom plano.

      Beijinhos e bom início de semana

      Eliminar
  11. Acho que tens toda a razão, e pior, é que estamos tão preocupados com isso que nem aproveitamos o momento :)

    Beijinho | danielasilva-oficial.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por vezes até temos razões para estar preocupados, não digo que não... a verdade é que nem resolvemos... nem aproveitamos o momento

      Beijinhos, Daniela.

      Eliminar
  12. Há sempre um motivo para celebrar, mesmo que não estejamos a transbordar de felicidade
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, a "felicidade" foi apenas para "provocar" o Rogério (no bom sentido).
      Mas a não celebração do momento ou a escolha por enfiar a cabeça na areia... o tempo passa

      Abraço Magui

      Eliminar
  13. Comecemos por praticar a gratidão. Agradecer pelos momentos inesperados que nos causam contentamento é um bom começo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, gratidão. Eu agradeço as pessoas que tenho na minha vida, uma em especial.

      Beijinhos Catarina, cada momento inesperado que nos causa contentamento... ora aí está o termo correto para substituir o de felicidade...

      Eliminar
  14. Entrei no desafio. Está lá a parte luminosa da minha vida. A sombria fica para depois.
    Abraço e bom fim de semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já vou dar lá um salto, muito obrigado Elvira.
      A sombra, pode até estar sempre presente, normalmente está.
      Abraço e bom início de semana.

      Eliminar
  15. Que legal! Há tanto sempre a celebrar!

    Deixo aqui:

    Vai, sai , passeia, olha para o lado, para cima, dentro de ti!
    Vais achar, tenho certeza!!

    A felicidade está pertinho sempre, basta olhar e é nas pequeninas coisinhas que a vamos achar!


    beijos, tudo de bom,chica

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esqueci de deixar meu link:

      https://chicaescreveporai.blogspot.com/2019/10/procurando-felicidade.html

      bjs,chica

      Eliminar
    2. Vou lá dar um "salto" :)

      É esse o espírito, sair, ficar em casa e agradecer pelas pequenas coisas, aquelas que nos elevam a alma.

      Beijinhos e bom início de semana

      Eliminar
  16. Este é um daqueles textos que nos apetece - e deviamos - guardar na memória. para dela extraí-lo de cada vez que estivessemos mais em baixo. A vida é mesmo isso, um conjunto de momentos, mesmo repetidos - se nos fizeram tão bem. E percorrer estas palavras levou-me a uma viagem sensorial por tantos desses momentos onde sim, voltaria.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por vezes temos "alertas" que nos tentam dizer que não estamos a reagir quando devíamos estar a viver... a procurar ou a viver o momento.

      Aquele abraço

      Eliminar
  17. Um bom dia Sam, vim ler através de uma amiga no Brasil e vejo outras pessoas aqui de além mar das quais sou amigo virtual, seguidor e sendo assim me arvorei a aceitar o desafio. A felicidade é tão boa, que na maioria das vezes passamos por ela sem perceber, já que ela é o momento, o instante e numa velocidade estonteante. Temos muito o que nos faz estar nestes momentos e sendo assim vamos lá.
    Um bom domingo e que a semana seja leve de belos e bons momentos.
    Meu abraço e deixo o link para sua leitura.

    https://mineirinho-passaredo.blogspot.com/2019/10/pela-felicidade.html

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vou passar por lá de seguida.

      Bom dia, obrigado. É isso mesmo, por vezes tivemos bons momentos e nem pensamos nisso, provavelmente é quase sempre assim...

      Aquele abraço e bom início de semana

      Eliminar
  18. Bom dia de paz, Sam!
    Vi na Elvira e na Chica e gostei muito do tema em questao.
    Trago meu link com carinho:
    https://www.escritosdalma.com.br/2019/10/felicidade-impar.html

    Creio ma felicidade dentro de nos e que nos e desoertada por coisas muito simples que faz muita e toda diferenca em nossa vida.
    Um alerta voce deixa no mundo virtual pois e necessario estar atento a todos sinais de contentamento do nosso ser.
    Tenha um Domingo abencoado e feliz
    😍
    Abracos fraternos de paz e bem

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom início de semana!

      Os bons momentos ou os momentos por vezes já são bons apenas pelo respirar, pelo olhar para o céus, para o mar, pela simples briza, pelo sentir do calor do sol, por uma conversa amiga...

      Beijinhos

      Eliminar
  19. Uma excelente reflexão sobre a vida esta... Só não levo comigo o desafio porque o meu blogue não é tão pessoal. Mas se calhar tudo o que por lá escrevo também celebra a vida, de um certo modo. Votos de uma boa semana! 😛

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, A Joana escreve quase sempre sobre a vida, mesmo os filmes de maior fantasia têm muitas das vezes a moral ou sentidos vocacionados para transmitir algo...

      Beijinhos, obrigado e boa semana

      Eliminar
  20. Tenho andado ocupado
    mas voltarei
    não tardo

    quanto a ser voz
    é
    postei um fado

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já vou espreitar o fado, aos fins de semana (ainda não entrei no "ritmo" caseiro de inverno)acabo por ter pouca disponibilidade para este meu hobby.

      Aquele abraço

      Eliminar